Como somos Seres espirituais, no momento de nossa criação, fomos feito de muita luz, força e poder. Por isso, temos toda a capacidade de anular e desmaterializar todas e quaisquer forças maléficas que possam estar atuando em nosso ser e em nossa vida. Este é um direito nosso. E cabe a nós reivindicar o uso desta força, que faz parte do nosso Eu Superior, para atuar contra o mal em nossas vidas.

Devemos usar a nossa força em forma de decretos, afirmando com muita fé, na certeza que desde o momento da afirmação, uma ação através da luz da nossa Essência Divina já está atuando em todos nos níveis do nosso ser.

Ao verbalizar um decreto em voz alta, estamos utilizando o nosso poder pessoa e o nosso poder de expressão para dar um comando. Ele irá atuar em nosso campo áurico, fazendo mudanças e transformações nos registros e memórias acumulados em nossos corpos energéticos.

Para ser mais efetivo, um decreto deverá ser repetido por quatro vezes seguidas e depois afirmar "Que assim seja e assim é!", desta forma estará materizalizando essa ação junto ao nosso Eu Superior e a nossa Essência Divina, que é Deus em nós.